SATURNO EM CAPRICÓRNIO

20 Dez 2017 - 04:50 UTC
até
17 dez 2020 - 05:04 UTC

Saturno Deus do Karma e do tempo chega a casa!
A forma de agir de Saturno é como se fosse um mestre de obras que quando chega a uma casa vê as potencialidades, as traves mestras, a estrutura sólida e manda abaixo o que não interessa, faz obras partindo muita parede, abrindo portas onde estavam janelas, rasgando o espaço. Ao principio o dono da casa pensa que não quer, como é possível deitar tudo abaixo que um dia já foi tão útil, cheio de boas ideias e intenções, e até funcionou durante tanto tempo. Depois de muito pó, barulho e trabalho árduo a casa fica muito melhor e o dono fica feliz.

Assim é Saturno!
É uma oportunidade para nos realinharmos com a nossa essência estrutural, material, da Vida na Terra.

Em Capricórnio Saturno vai mexer em muitas áreas que nos tocam a todos: Politica, Países, Sociedade, Carreiras, Leis, Instituições, Regras, Poder, Autoridade, Tradição, Família.

Pela ordem da ideia de obras na casa, tudo o que está demais ou a mais vai ser rectificado, o ideal seria regermo-nos por bons princípios e sinceridade connosco próprios e com os outros, estendendo isto à família, grupo, cidade, país, mundo inteiro.
Sabemos que não é isto que acontece em muitos países, por isso pode ser um tempo em que as leis sejam revistas, os direitos humanos sejam para todos e não só para alguns.

Temos a possibilidade de enquanto grupo poder desenhar uma sociedade que reflicta um propósito de construção de um mundo justo, com segurança, progredido com passos firmes e reais, desmascarando o que é falso e os que não respeitam.
Corremos o risco de os que já mandam no mundo ficarem ainda com mais poder, é um perigo… o autoritarismo, a ditadura, a ambição, sem empatia pelos humanos.

É altura de cairem as máscaras , as fachadas, edifícios inteiros que não servem para nada, burocracias, o medo do fracasso, ir até ao âmago das motivações interiores, da raíz, e a partir daí começar a reedificar, a definir metas, objectivos.
Redefinir quais são os valores, o que se quer conquistar, dar passos cuidadosos mas firmes, fazer alguns sacrifícios por um bem maior, às vezes ir sozinho, agir, respeitando o que está correcto, cumprir o destino, seja de um país, da familia ou começando por si próprio.

Altura de ser simples, sóbrio mas nobre! De espirito, de valores, de forma de actuar com os outros, respeitando os compromissos, por vezes a forma de respeitar é chegar a alguns fins, melhor do que manter aparências…é altura de ser Real.

Temos o livre arbítrio em oposição à obrigação ao dever…
Muitas vezes confundimo-nos como devemos agir, o que escolher… é altura de nos escolhermos a nós, com toda a verdade.
Se assim for como será possível não criarmos um mundo que reflicta essa clareza, essa impecabilidade?

Esta é minha esperança, que se consiga ainda construir um Mundo melhor mais Real.

Marta Gato